Blog

Fique informado com nossos posts sobre atualidades sobre educação e mercado da Odontologia!

3 tipos de tratamento dentário para recuperar o sorriso na terceira idade

Atualmente o idoso não é mais visto como aquela pessoa que perdeu os dentes, devido à idade, e ficou sem um sorriso bonito por falta de opção. Apesar de no Brasil ainda termos uma situação crítica em relação à prevenção dos problemas na saúde bucal, muitos idosos começaram a cuidar bem mais de seus dentes.

“Aqueles que fazem consultas periódicas com seu dentista podem ter dentes que duram uma vida inteira, assim como gengivas saudáveis, com uso do creme dental com flúor pelo menos três vezes por dia e do fio dental, nem que seja só uma vez ao dia”, explica Dr. Ronaldo Dias, da NOP Odonto, de Taboão da Serra.

Mas, é claro que tudo depende de organismo para organismo. Algumas pessoas, mesmo cuidando da forma correta da saúde bucal, podem apresentar problemas específicos com o avanço da idade.

E quais as principais opções para manter ou repor o sorriso no rosto?

Se você já perdeu dentes devido a alguma doença ou mesmo devido à falta de higienização e visitas ao dentista, não se preocupe. Hoje, as pessoas podem manter um sorriso bonito através das opções a seguir:

Dentadura

Quando a pessoa perdeu os dentes, mas não quer fazer os implantes, a opção é usar a dentadura. Para isso, precisa seguir rigorosamente as orientações do especialista. Quem usa dentadura definitiva deve fazer exame bucal pelo menos uma vez por ano.

Coroas e pontes

Essas opções são usadas para reforçar dentes danificados ou substituir aqueles que foram extraídos. A coroa serve para revestir um dente que sofreu perda de boa parte de substância, fortalecendo a estrutura do dente; a ponte ou prótese fixa, por sua vez, é usada para substituir um ou mais dentes que faltam. Ela é fixada nos dentes naturais ou nos implantes ao lado do espaço que ficou depois da extração do dente.

Implantes

O idoso pode optar por fazer implantes também, mas isso depende das condições de saúde de cada idoso. Os implantes podem ser colocados em regiões que tiverem dentes removidos desde que ainda tenham estrutura óssea em volume e dimensões suficientes para depois receberem próteses apoiadas nestes implantes.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação (publicado em 21/01/2018 via portal Jornal na Net)

Aproveite e conheça também os nossos cursos

Veja nossos cursos disponíveis em Especialização, Atualização e Imersão

Deixe um Comentário: